Detalhes da Notícia


  • mar

    União Paulista comemora 51 anos

    Prefeita Marli Padovezi comenta atual situação do município; festividades variadas marca a comemoração

    Na próxima segunda-feira, 21 de março, União Paulista comemora 51 anos de emancipação político-administrativa. Uma programação variada foi preparada para festejar a data. A prefeita Marli Padovezi conversou com nossa equipe a comentou a situação do município.

    Marli fez uma avaliação do último ano. “Nesses últimos 12 meses estamos mantendo o que foi já realizado, porque na realidade esse é meu último ano e nessa crise que estamos vivendo não tem muito o que fazer. Estamos mantendo os serviços, saúde, educação, social e tentando fechar os convênios. Além disso, temos quatro inaugurações para fazer”, afirma.

    Ela diz que não conseguiu cumprir tudo o que planejou. “Na realidade gostaria de estar iniciando as casas populares, mas por causa da burocracia grande não conseguimos fechar toda a parte de documentação e acho que não vou conseguir iniciar as obras esse ano. Também tem o problema do cemitério que por falta de documentação não conseguimos ter o convênio para a reforma. Isso deve ficar para as próximas administrações, ficando muito mais fácil de conseguir a verba e dar andamento a reforma. Temos recursos que vieram do governo para quadra, recapes pendentes, convênio federal já licitado que é a pavimentação da rua da Cohab e recape da avenida, mas infelizmente a parte burocrática atrapalha demais. O dinheiro está na conta, mas devido a parte burocrática da Caixa Econômica Federal vamos ter que refazer o convênio. Acredito que vai ficar para a próxima administração também. E com essa crise todos os convênios estão pendentes não há assinatura e liberação de verbas. Todos deputados respondem que vai ficar pior. E não estamos conseguindo nada. Está parado justamente por causa da crise”, avalia.

    A prefeita comentou as principais obras do município. “Desvio dos Caminhões Canavieiros está tudo pago, as três partes, mas estou esperando a liberação judicial para dar andamento. Acredito que esse ano consigo fazer. Estamos terminando e vamos inaugurar Academia da Saúde, Centro Comunitário, a Delegacia já está em funcionamento, mas não inauguramos ainda. A rodoviária tem uma pendência junto ao DER, que é a colocação de para-raios, mas acredito que até maio já estará pronto e o DER nos liberando vamos colocar para funcionar também”, comenta.

    Sobre os principais setores municipais, Marli diz que trabalhou desde seu primeiro ano de governo para aperfeiçoar os serviços. “Olha a gente tem nesses sete anos trabalhado muito para aperfeiçoar os trabalhos nessas principais áreas, a educação excelente, o social juntamente com o CRAS tem desenvolvido trabalhos muito bons. A saúde é muito difícil dizer que está 100%, mas dento do que se viveu a saúde, comparando com outros municípios e até cidades grandes, a população está bem servida, tem alguns reajustes para fazer, mas dentro do possível estamos tentando fazer uma saúde melhor”, analisa.

    Até 2013 renovou toda a Frota Municipal, que agora é nova, restando apenas uma máquina que dá manutenção. “Cada setor tem seu veículo. Comprei recentemente um veículo para a Vigilância Sanitária, por causa de tantas chuvas isso ocasiona o problema da Dengue, Zika e Chikungunya, na realidade fiz um leilão do veículo antigo que só dava manutenção e comprei o novo para a Vigilância, para que o encarregado faça um bom trabalho para que nosso município fique livre do Aedes Aegypti para que não ocorra doenças em nossa população. Fizemos também a manutenção dos veículos e vamos acreditar em dias melhores”, disse Marli.

    Quanto ao planejamento para 2016, não espera muito. “Manter os serviços com qualidade, só manter e buscar essas pendências para que até o fim do ano resolva. E eu feche o ano da melhor forma possível”, diz.

    Marli finaliza com uma mensagem a população. “A mensagem que eu quero dizer é a seguinte, fui eleita pelo povo, agradeço a todos e queria deixar de antemão que eu fiz o que eu pude fazer, trabalhei com o coração e com a razão e que se alguma coisa ficou pendente ou se alguma coisa não está sendo cumprida ou se existe alguma falha, pode ter certeza, são coisas devido ao momento negativo, porque de coração eu gostaria que a minha administração tivesse sido 100%. Estou frustrada com a atual situação, não está sendo fácil para nós e para os moradores, a crise está na prefeitura e na casa de cada um. Gostaria que entendessem que qualquer falha que estejamos tendo seja justificada pelo momento que estamos vivendo. Se algo deixou de ser feito não é por vontade minha, mas por necessidade”, conclui a prefeita.

    Festividades agitam comemoração dos 51 anos

    Para comemorar os 51 anos de emancipação político-administrativa foi feita uma programação variada em União Paulista.

    No sábado dia 19 de março, o Estádio Antônio Pulga Lopes será palco de campeonato de Futebol, a partir das 08h, promovido pela coordenadoria de esportes, através do coordenador Pedro Raymundo. Haverá jogos das categorias Sub 12, 14 e 16 entre União Paulista e Nipoã. Às 16h é a vez dos Veteranos de União Paulista enfrentarem Engenheiro Balduíno.

    A partir das 22h no Calçadão da Praça da Matriz o agito acontece sob comando do DJ Robertinho.

    Já no domingo, dia 20, tem a tradicional Cavalgada com almoço gratuito a todos os participantes. A saída está marcada para às 09h.

    Dia 21, segunda-feira, terá alvorada pela manhã.

Veja Também


set


Ogaroto de União Paulista, Murilo Rodrigues Pova está participando no ...


set


Osonho de se tornar um jogador profissional se aproxima cada vez mais ...


ago


Kendrea Papile (PV) e o Vereador Daniel Cândido “Kim” (PV), marcaram presença, na última semana, na ...


Categorias